Posts tagged ‘vik muniz’

Vinheta da nova novela: Passione

Não sei se mais alguém reparou na vinheta da nova novela das oito Passione e identificou que se tratava de alguns trabalhos do maravilhoso artista plástico Vik Muniz. Não consegui identificar, no entanto, muita relação da vinheta com o tema da novela e seus cenários. Pra ler mais um pouco sobre ele, veja aqui no blog.

O artista conta que as obras foram produzidas durante dois meses no ateliê que ainda mantém no Brasil, localizado no bairro carioca de Parada de Lucas. “Foi uma loucura!” Para as obras foram usados aproximadamente 4,5 toneladas de lixo.

Muniz conta que as instalações “Passione” serão leiloadas e a renda será revertida para os projeto “Criança esperança” e para a ONG “Spetaculu”, que promove cursos de arte em comunidades carentes no Rio. “Todo trabalho que desenvolvo no Brasil é voltado para a caridade. Espero que o sucesso da novela ajude minhas obras a arrecadarem uma boa verba para essas instituições”, torce.

“Sou filho da cultura de massa. As novelas fazem parte da minha memória afetiva do Brasil”, revela o artista, que vive há quase 30 anos fora do país. “Ter meu trabalho na abertura da novela é como exibi-lo em uma exposição para 80 milhões de pessoas”, comemora Muniz, que já foi tema de mostras no Museu de Arte Moderna de Nova York (Moma) e teve obras adquiridas pelo Metropolitan e o Guggenheim.

Pesquisando um pouco mais, achei que em Passione,  será abordado temas como reciclagem (reaproveitamento do lixo, como, por exemplo, pneus) e pessoas desaparecidas. Convidado pela diretora de Passione, Vik Muniz teve que criar suas obras a partir de uma fotografia de um casal se beijando.

Informações retiradas do site do G1 e do ArteFINAL.

Até mais!

Anúncios

Vik Muniz – Fascinante

Ano passado tive o prazer de conhecer a obra dessa fabuloso artista que é Vik Muniz. Um brasileiro americanizado e ousado que faz peças maravilhosas e as fotografa com máquinas de alta definição. Sua matéria-prima pode ser qualquer coisa, desde balas, a pilhas, poeira, cinzas, pasta de amendoim, lixo, chocolate e até mesmo diamantes.

A mesma exposição que eu vi está no Espaço Cultural Unifor em Fortaleza, de terça a domingo. A entrada é gratuita.

Outro evento que ele participa como palestrante é o TEDxSudeste que acontecerá esse sábado, dia 08/5, no Planetário da Gávea, Rio de Janeiro. A entrada também é franca.

Achei essa descrição no site do TEDx muito interessante:

Ele já foi bartender de boates e restaurantes, professor de desenho e consertava molduras e quadros antigos numa loja em Nova York. Chegou a pintar alguns retratando batalhas navais e confessa que sonha com formigas montando obras de arte. Dia desses, entrou numa loja na Big Apple e se deparou com um trabalho seu de início de carreira sendo vendido por US$ 3.500 – quando o concebeu, ele não saía por mais de US$ 350. Falante e disperso, Vik Muniz tem a cabeça na lua. Se lá houvesse arte, é claro. Este paulista (que tem fama de mineiro) já rodou o mundo, é mestre na cozinha, está fazendo aula de moto-escola, adora música africana e funk carioca e ri quando é indagado sobre o que faz quando não está trabalhando. Foi usando e abusando dos materiais inusitados – quadros que brincam com comida e mosaicos inusitados, dentre outros – que Vik conquistou o mundo. Hoje, é um dos mais celebrados artistas internacionais, chegando a ter uma ala do MOMA (Museu de Arte Moderna de Nova York) inteirinha dedicada à sua criação. Para ele, qualquer coisa é arte – um tapete, uma cortina, um pedaço de pano com circuitos integrados. Agora anda fascinado por luz. Melhor: busca um substituto para as lâmpadas. E tem trabalhado nisso no Massachusetts Institute of Technology (MIT), onde também faz obras de arte que usam como matéria-prima bactérias! Mas se engana quem pensa que Vik só pensa em sua própria genialidade. No TEDxSudeste você vai conhecer um outro lado deste gênio da criação.

Até mais!