Posts tagged ‘GNT’

O laquê está de volta

O laquê voltou para fixar os penteados interessantes que fazemos. Minha mãe sempre aplica nos meus cabelos quando quero uma produção duradoura e arrumada.

Separei então as dicas do GNT e da Gloria Kalil.

Aproveitem e abusem do spray até nas tranças (essa dica pra mim foi nova).

Lembra do spray fixador  de cabelo que sua avó usava? Pois ele está de volta e com força total. Nas últimas semanas de moda, diversos tipos de laquês foram vistos em praticamente todos os bastidores dos desfiles.

Para dar textura e volume, segurar o coque alto ou a trança lateral, o laquê foi um produto altamente usado.

A cantora Amy Winehouse popularizou novamente um estilo de topete que necessita de litros de laquê para ficar naquela altura. Drew Barrymore e outras atrizes hollywoodianas têm aparecido nos tapetes vermelhos com penteados supermontados, à base de muito spray fixador. E os produtos melhoraram.

A jornalista Vic Ceridonio, do blog Dia de Beauté, é fã. “Não dá pra não ter um spray de fixação em casa, sério! Eles ajudam em qualquer penteado que você resolva fazer, seja pra segurar o coque no lugar, pra domar os fios rebeldes… é um básico! Não tenha trauma do laquê da vovó!”, ensina em seu blog.

Quando usar
“Se você quer um cabelo arrumado por mais tempo, é o produto indicado. A cera não tem o mesmo poder de fixação e duração”, indica o cabeleireiro Marcio Xavier, do salão Majestique no Rio de Janeiro.

Os novos produtos
“O laquê nunca deixou de estar na moda. O que acontece agora é que existem muitos novos e ótimos produtos no mercado, que não deixam o cabelo com o aspecto pesado como antigamente”, diz Débora Pontes, do salão Werner de Ipanema.

Como aplicar
“De uma distância de no mínimo 15 centímetros, aplique o laquê em todo o cabelo. Para fazer tranças, antes de fazer, use um pouco de pomada e depois da trança pronta, passe laquê para fixar”, ensina ela.

Para dar aspecto mais volumoso
“Jogue a cabeça pra baixo, passe um pouco de laquê nas raízes do cabelo, vire a cabeça para a posição normal e passe os dedos, modelando um penteado natural”, diz Débora.

Depois do uso
“Lave bem o cabelo e enxague bem, para não deixar nenhum resíduo nos fios”, reforça Marcio.

Erro
“Nunca use com o cabelo molhado. Seque e só depois utilize o produto”, orienta Débora.

Para retocar
Para as mais dependentes, existe um laquê americano em forma de caneta! Assim, é só dar um pulo no banheiro de uma festa, quando o penteado começar a desabar. O produto custa menos de dez dólares e garante 120 espirradas e você encontra aqui.

(Do GNT FASHION)

Para quem achava que laquê e gel eram so last century, um alerta: eles estão de volta. E o retorno é em grande estilo, já que quem ostenta a nova moda são fios pra lá de célebres!

Mais uma vez, a moda e a beauté mostram que de “década perdida” – assim conhecida por conta da estagnação econômica vivida pela América Latina na época – os anos 1980 não têm nada. Depois dos olhos esfumados supercoloridos, agora são outros dois ícones oitentistas que devem embelezar os mais antenados: laquê nos cabelos femininos e gel nos fios masculinos.

Há explicação. “Tudo o que era careta, ficou moderno”, conta o beauty artist Evandro Ângelo, do são EV. Eis, portanto, que ficou moderníssimo, no entendimento de Brad Pitt, Justin Timberlake e Marc Jacobs, retomar o gel. Os três apareceram com os fios impecáveis, penteados com o produto, em recentes tapetes vermelhos. “É um resgate da sofisticação dos anos 1940”, completa Evandro, que acredita que o look arrumadinho é uma resposta à massificação dos cortes militares – bem curtos – que fazem sucesso desde o começo do século XXI.

Troque o diminutivo pelo aumentativo para falar do cabelo delas. O laquê fez seu retorno em grande estilo – é só olhar para o tamanho dos penteados desfilados por belas como Drew Barrymore e Anne Hathaway. De tão alto e imóvel, esse revival ganhou novo apelido: The Thatcher, em referência ao cabelo de Margaret Thatcher, a ex-primeira ministra britânica. Para o supercabeleireiro Wanderley Nunes, do Studio W, toda atenção é pouca: “É preciso cuidar para não ficar com um visual envelhecido”. E como evitar esse efeito? “Mesmo com bastante volume, o cabelo tem que estar desestruturado, um pouco desmanchado”, ensina.

Tem uma festa de casamento pela frente? Se for encarar o altar, no prestigiado posto de madrinha, já sabe que pode considerar o look laquê: é atual e bem menos careta do que os fios chapados. O mesmo vale para eles: na próxima festa formal, gel nos fios! Recados dados, é hora de conferir a galeria.

( de Chic by Gloria Kalil)

Até mais!

Anúncios

Whoopie: a nova sensação

Tem tempos que eu não posto nada na categoria gourmet, por isso escolhi falar desse doce que parece muito apetitoso.

Não conhecia até ler essa reportagem do GNT Gourmet.

Se alguém experimentar me conta.

O cupcake está com os dias contados. É o que diz o jornal inglês The Times, que com o título “O cupcake está morto. Longa vida ao whoopie”, sentencia a morte de um dos doces mais populares de hoje em dia. O whoopie, tradicionalmente feito pelos colonos Amish na Pensilvânia, nos Estados Unidos, estaria desbancando os cupcakes nas delicatessens.

Na clássica receita de whoopie, a massa é de chocolate com recheio de marshmallow. Mas o doce ganhou diferentes versões: pode ser feito de outros sabores, como baunilha, ou então decorados.

Embora a guloseima seja americana, nem mesmo em Nova York ela era popular. Algo que começou a mudar no ano passado. Diversos cafés da cidade lançadores de tendências começaram a oferecer as tortas em seus cardápios. “Apareceram até mesmo na Magnolia Bakery, o que ajudou a transformar os cupcakes em mania nacional depois que a loja foi exibida em ‘Sex and the City’, escreveu o New York Times em 2009.

Agora, parece que o whoopie atravessou fronteiras. No Brasil, já não é tão difícil encontrar o bolinho. Só não é tão popular entre os pedidos como o cupcake, segundo o chef Reginaldo Carvalho, do restaurante Zona Zen, no Rio de Janeiro. Ele incluiu por acaso o whoopie no cardápio, quando pensava em novas opções de biscoitos para a casa. Ele conta as suas versões para o doce: “fazemos sempre de goiabada e doce de leite”.

“A base dos whoopies leva farinha de trigo, açúcar, manteiga e clara de ovo”, ensina Reginaldo, que acrescenta: a consistência da massa é de um biscoito. É um mistério, no entanto, definir os whoopies. Ninguém se arrisca definir se trata de um bolo, uma torta ou um cookie. Um enigma que se desvenda provando.

Confira ainda a receita do chef Reginaldo Carvalho, do restaurante Zona Zen, no Rio de Janeiro. Rende 15 whoopies.

Ele avisa para quem está testando a receita pela primeira vez tomar cuidado para não pesar a mão na manteiga. “Não é tão difícil de fazer, mas tome cuidado para deixar a manteiga no ponto certo, não pode colocar demais”.

Whoopies de baunilha com recheio de doce de leite glacê

Ingredientes da massa
3 ovos
½ xícada (chá) de açúcar
½ xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (sobremesa) de baunilha
1 colher (sobremesa) de amido de milho
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
2 colheres (sopa) de manteiga

Ingredientes do recheio
3 xícaras (chá) de açúcar
3 litros de leite integral
2 colheres (chá) de canela em pó
2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio

Ingredientes da calda
1/2 quilo de açúcar
1 xícara (chá) de água

Preparo da massa
Bater as claras em neve. Depois acrescentar as gemas, a baunilha, açúcar e manteiga. Com a batedeira desligada, acrescente farinha de trigo, amido de milho e fermento em pó e mexa delicadamente.
Com o auxílio de uma colher, pingue porções pequenas da massa em uma assadeira untada e enfarinhada, mantendo distância entre as porções.
Pré-aqueça o forno e coloque as porções em fogo alto por cerca de 5 minutos ou até corar levemente.
Retire-os da assadeira ainda mornos. Depois de frio, una os biscoitos com o doce de leite e despeje a calda por cima.

Preparo da calda
Coloque o açúcar na água e deixe ferver por dois minutos.

Preparo do recheio
Misture todos os ingredientes em uma panela e espere ferver, mexendo sempre. Após a fervura, deixe cozinhar por duas horas e 45 minutos, mexendo de vez em quando, ou até a calda ficar cremosa. Depois que esfriar, coloque entre os biscoitos.

Espero vê-lo nas delicatessens o mais rápido possível…

Até mais!

Photoshop: Usar ou não usar?

Podem dizer o que for, que já é assunto vencido, mas o que eu penso sobre Photoshop é o seguinte: o exagero estraga!

Eu mesma quando fiz meu book ( uma das fotos era é essa aqui do perfil), precisei de alguns retoques . Há várias alterações no Photoshop que alteram defeitos que não desconfiguram as pessoas. Um absurdo é o exagero, quando os profissionais emagracem as pessoas e as deixam completamente diferentes do real. Não adianta nem dizer o quanto é prejudicial para as jovens de todo o mundo, que tem essas mulheres como referência de beleza, verem essas fotos.

A manipulação de imagem deve ter limites!Após terminar meu curso de Corel, minha intenção é também fazer um curso de Photoshop, porque muitos trabalhos pedem ele (e outros quinhentos softwares) como requisito.

Vi essa matéria no parte de estilo da GNT e não quis deixar de citar:

“A exemplo da “Elle” francesa e da “Harper’s Bazaar“, a edição de abril da “Marie Claire” francesa traz fotos brutas, sem retoque do tão falado Photoshop. Os editores da revista garantem que todas as fotos, à exceção das propagandas, serão publicadas sem manipulação digital, segundo o site New York Fashion.

Mais popular programa de manipulação digital de imagens, o Photoshop virou alvo de patrulha, o que gerou iniciativas do gênero de algumas publicações. Cindy Crawford e Monica Bellucci são exemplos de mulheres que já apareceram sem retoque em capas de revista.

No Reino Unido, a marcação cerrada chegou à política e o governo britânico pediu proibição de manipulação de imagens. O envolvimento da classe surgiu após a ex-modelo Twiggy ter suas fotos excessivamente modificadas para uma campanha publicitária. Confira na galeria de fotos abaixo as imagens sem retoques da “Marie Claire” francesa e depois diga se elas precisavam mesmo de retoques.”

Tirei isso daqui

Cozinhando com Jamie Oliver

Essa vai pra todas as pessoas que amam cebola como eu…

CEBOLAS ASSADAS DE JAMIE OLIVER

Eu sou do tipo que consegue jantar só cebola, claro que elaborada.

Neste vídeo o famoso chef Jamie Oliver ensina a fazer simples cebolas assadas.

Para esse prato você vai precisar de:

  • Tomilho
  • Manteiga ( aproximadamente 140 gramas)
  • 6 cebolas roxas
  • Sal grosso
  • Sal comum

Deu vontade de experimentar aqui em casa hoje à noite, só não faço porque quero comprar as cebolas roxas antes.

Eu adoro os programas do Jamie Oliver e vocês?

Assista na GNT:

  • Quarta(18:00)
  • Quinta(9:00)
  • Sábado(19:00)

Site Oficial do Chef:

http://www.jamieoliver.com/