Posts tagged ‘restaurante’

Dica pro FDS: Visitar o MHAB

Casarão do Museu Histórico Abílio Barreto

Tenho que confessar que fiquei um pouco decepcionada de não poder rever os ambientes da casa de acordo com seus usos de antigamente, com a cozinha, o quarto, a sala de jantar…

No entanto, desde a última quinta-feira, acontece a exposição – PAISAGEM EM MUTAÇÃO: A INVENÇÃO DE BELO HORIZONTE,pra quem quer saber um pouco mais sobre a história da cidade de Belo Horizonte, vale a pena visitar o museu.

Bonde elétrico da época da construção da cidade

Após a visita, aconselho um almoço ou um simples café no Restaurante Café do Museu


O que a Revista Veja fala sobre ele – Mesas de mármore, sofás e janelas com vista para o jardim compõem o ambiente da unidade do Museu Abílio Barreto.O cardápio é inovado com frequência. Entre as novidades, a entrada de creme de palmito pupunha com crisps de couve (R$ 24,00) e salmão com mel e gengibre, arroz selvagem com alho-poró e manga como prato principal (R$ 37,00). De sobremesa, musse de queijo minas com calda quente de goiabada (R$ 9,50). As duas unidades oferecem pratos executivos no almoço, como o guisado de fraldinha com creme de milho e arroz de espinafre, acompanhado por salada (R$ 20,00). Às terças e quintas há música ao vivo e aos domingos um DJ se apresenta na unidade do Museu, a partir das 20h30.

Nunca fui, mas adoraria ir.

Até mais!


Anúncios

Dica de restaurante: Alucci Alucci

O que mais me chamou atenção nesse restaurante de São Paulo não foi seu chef renomado, nem nenhum de seus pratos, foi a ARQUITETURA. Um lugar super charmoso que dá vontade de ficar horas e horas dentro dele. Confira os amibientes:

Bar

Varanda:Sala de Cristal (minha favorita):

Andar superior:

Sala principal:

Calçada:

Apesar de ter adorado, achei as mesas muito próximas.


Rua Vitório Fasano, 35
Jardim Paulista – Zona Sul – (11) 3086-1252 São Paulo

O que a Veja fala sobre o restaurante:

O forte desse restaurante é a variedade, tanto culinária quanto de ambientes. O Alucci Alucci oferece o espaço perfeito para os que procuram refeições ou para aqueles que só querem sentar ao ar e curtir um drinque com os amigos numa descontraída happy hour. Se a procura é por um ambiente mais tranqüilo, o freguês também pode reservar um espaço exclusivo no mezzanino do restaurante, que comporta até 15 pessoas.

O cardápio segue a mesma diversidade, apresentando opções que vão desde tacos mexicanos e brasileiros até especialidades da cozinha de Edir Nascimento como o atum negro com purê de banana da terra, passando pelo talharim ao limão e ravióli de carne ao molho roti.

Alguém conhece?

Até mais!

Restaurante em BH: Benvindo

Pedro Vasconcelos é o chef-proprietário do charmoso restaurante em Lourdes. A casa comporta 50 pessoas e tem o projeto assinada pelo arquiteto Eraldo Pinheiro. No cardápio, pratos da cozinha contemporânea criados por Paulo Henrique, advogado apaixonado por gastronomia. O nome do bistrô já é um convite a entrar: Benvindo.

Sempre passei na frente do restaurante, mas só a alguns dias atrás tive a oportunidade de conhecer.O chef é simpático e vai algumas vezes em sua mesa para certificar se está tudo bem.Na entrada todos seus clientes são recebidos com um aperitivo. No dia que eu fui, era um caldo verde semelhante ao da primeira foto da montagem.

Os preços seguem o padrão da maioria dos bons restaurantes de Belo Horizonte. Das entradas a que eu mais gostei foi a Bruschetta de Cogumelos (ótimo preço -R$19,00- e bem servida). O meu prato estava muito bom, na ocasião era o prato do dia, Filet com foie gras (fígado de pato legítimo) acompanhado por Risotto de Funghi (R$80,00). Em média os pratos variam entre 40 e 80 reais.

Não tive oportunidade de comer as sobremesas, mas só pelas fotos parecem deliciosas

Fica na Rua São Paulo 2391, esquina com rua Felipe dos Santos, em Lourdes. Reservas pelo telefone: 31. 25158883

Fonte:http://www.benvindobh.blogspot.com/