Podem dizer o que for, que já é assunto vencido, mas o que eu penso sobre Photoshop é o seguinte: o exagero estraga!

Eu mesma quando fiz meu book ( uma das fotos era é essa aqui do perfil), precisei de alguns retoques . Há várias alterações no Photoshop que alteram defeitos que não desconfiguram as pessoas. Um absurdo é o exagero, quando os profissionais emagracem as pessoas e as deixam completamente diferentes do real. Não adianta nem dizer o quanto é prejudicial para as jovens de todo o mundo, que tem essas mulheres como referência de beleza, verem essas fotos.

A manipulação de imagem deve ter limites!Após terminar meu curso de Corel, minha intenção é também fazer um curso de Photoshop, porque muitos trabalhos pedem ele (e outros quinhentos softwares) como requisito.

Vi essa matéria no parte de estilo da GNT e não quis deixar de citar:

“A exemplo da “Elle” francesa e da “Harper’s Bazaar“, a edição de abril da “Marie Claire” francesa traz fotos brutas, sem retoque do tão falado Photoshop. Os editores da revista garantem que todas as fotos, à exceção das propagandas, serão publicadas sem manipulação digital, segundo o site New York Fashion.

Mais popular programa de manipulação digital de imagens, o Photoshop virou alvo de patrulha, o que gerou iniciativas do gênero de algumas publicações. Cindy Crawford e Monica Bellucci são exemplos de mulheres que já apareceram sem retoque em capas de revista.

No Reino Unido, a marcação cerrada chegou à política e o governo britânico pediu proibição de manipulação de imagens. O envolvimento da classe surgiu após a ex-modelo Twiggy ter suas fotos excessivamente modificadas para uma campanha publicitária. Confira na galeria de fotos abaixo as imagens sem retoques da “Marie Claire” francesa e depois diga se elas precisavam mesmo de retoques.”

Tirei isso daqui

Anúncios